Just another WordPress.com weblog

A dupla formada pelos cantores Wesley Safadão, do Garota Safada, e Jardel, da Rabo de Vaca, foi o ápice do frisson no palco do Forró Mania Vol.4, evento de produção da Fábrica de Eventos. A surpresa se deu durante a gravação ao vivo, no evento, do novo CD e DVD da Rabo de Vaca, quando apresentavam a música “Quando eu parar de ligar”. A gritaria foi tamanha que o público só se acalmou com o biz do hit.

A Rabo de Vaca, na verdade, encerrou o Forró Mania Vol.4, prendendo a nação forrozeira com um show ímpar, figurinos super criativos – que representavam o nome da banda – e repertório que incluiu desde “Vai a Pé que eu Vou de Carro”, o primeiro sucesso conduzido por um dos vocalistas da banda, à “Banho de Uisque” e “Banda pra ser boa tem que ter pegada”.

Para Jardel, o nervosismo foi superado, diante da aceitação do público ao novo trabalho e elogiou ainda a parceria com a Fábrica de Eventos que, segundo ele, tornou o trabalho ainda mais valorizado e com qualidade irrepreensível.

                A quarta edição do Forró Mania Vol.4 uniu um caldeirão de forrozeiros no Sambódromo. Outra surpresa ao público foi a noite iniciar com show da banda Tsunami, que começou tudo por volta das 21h30 e esquentou o público com sucessos conhecidos do cenário do forró.

Logo em seguida, uma das atrações mais aguardadas no show subiu ao palco as 23h50. A banda Calypso com a música “Quem se Atreve” abriu um espetáculo em grande estilo e apresentou um pout-pourri  de sucessos como “Xonou Xonou”, “Doce Mel” e “Entre Tapas e Beijos”.

Um momento marcante no show foi a presença da amiga Lide, de Joelma no palco. Ela fazia parte da antiga banda em que a cantora se apresentava chamada Fazendo Arte. “Pela primeira vez apresento ao público minha amiga que me incentivou a seguir carreira e chegar onde estou”, destacou Joelma.

A voz do Calypso agradeceu ainda aos fãs clubes, que ela tem em Manaus, e enfatizou que têm enorme gratidão e respeito pelos amazonenses. “Vocês me deram dois presentes. O primeiro, a gravação do nosso segundo DVD gravado aqui no Sambódromo. O segundo, a homenagem que recebi da Balaku-Blaku contando minha história”.

Com direito a troca de figurino e bailarinos distribuindo energia, o show superou expectativas. Para se ter uma ideia, Joelma chegou a dançar com Chimbinha no palco bem agarradinha, com direito à “selinho”. A banda promete que, em 2012, Manaus já está na agenda de shows.

Quanto à banda Garota Safada, esta entrou no palco com uma explosão de sucesso. O hit “Ai, se eu te pego”, por exemplo, foi acompanhado por oito bailarinas e o palco ficou pequeno pra tanto sucesso e gingado. No mais, as músicas “Eu fui clonado” e “Mais tarde tem balada”, sacudiram o público. A amazonense Márcia Felipe, também vocalista da banda, declarou que o show em Manaus é sinônimo de orgulho.

 FÃS ENLOUQUECIDOS

Duas gerações e fãs do mesmo ídolo. Sim, isso é possível. É o caso de Ivana de Souza, 17, e Socorro de Souza, 45. Mãe e filha sempre prestigiam a banda Calypso todas as vezes que a dupla aterrissa em Manaus.

A mãe, quando grávida, não perdia um show. Hoje, as duas freqüentam juntas o mesmo show e se divertem a noite inteira.

David Lemos coleciona todos os sucessos da banda Calypso e não tem vergonha de admitir que ensaia as coreografias para não fazer feio no show. Com faixa na cabeça e blusa que estampam as fotos dos ídolos, ele assume: “Amo Joelma! Adoro o Chimbinha! Não imagino esse casal, essa banda separada. Não perco um show e sou aquele que economiza na véspera. Considero-me fã fiel”, destaca.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: